Páginas

domingo, 5 de abril de 2009

O Instante

Não ao cansaço da vida. Sim ao instante. Pois ao fazê-lo não é só a nós que dizemos sim, mas a toda a existência. E se nossa alma vibrar, como uma corda, ressoando de felicidade uma única vez, é porque a eternidade era necessária para produzir tal acontecimento e o todo fica, por esse único instante, salvo, resgatado, justificado e aceito.

4 comentários:

Cláu disse...

Mas tá muito filósofo este Uili...
Legal isso!

Bjs

Uili disse...

Obrigado, linda.
Beijos

Adri Antunes disse...

eiii, vou te adicionar lá nos meus linkss! vê se vem me visitar de vez enquando!
um abraçoo!

Uili disse...

Obrigado Adri, pela visita.
Mas eu sempre passo por lá. Teu blog é show.
Abração